dos frutos daquele quintal

trago comigo as sementes de um poema
penso que o solo de onde moro permita florir
uma lágrima à sombra da janela
ou ali onde sol bate entardecendo
plantar um milagre vermelho
aguardo um momento de folhas
um carinho de húmus na terra dos dedos
aguardo um segredo de flores
e também resposta do tempo
antes que me brotem nos bolsos
um jardim de sentimentos
.
Anúncios
Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “dos frutos daquele quintal

  1. …e no vão da parede
    o cheiro…
    e nos cantos dos olhos
    o gosto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: